Janeiro 15, 2019

Madeira Maciça: durável, bonita e sustentável.

A durabilidade e sofisticação são parceiras na composição dos nossos móveis de madeira maciça. As madeiras de Pequiá advindas, em sua maioria, da floresta pluvial Amazônica,  tem como principais características serem lisas, terem coloração clara e poucos vincos e furos. A árvore de Pequiá ou Pequi é da família das cariocaráceas e atinge cerca de 20 a 40 metros de altura e 0.90 a 1.80 de diâmetro, mas já foram encontrados espécimes com 50 metros de altura e 5 de diâmetro, gera frutos comestíveis semelhantes a amêndoas e seu nome se deriva da casca de seu fruto que é, em tupi, py = espinho e ki = fruto, fruto espinhoso. Por ser madeira de lei, tem uma densidade altíssima de cerca de 0,86 g/cm³ e fibras em vários sentidos, o que a torna pouquíssima atrativa para insetos xilófagos (cupins, vespas e algumas espécies de besouro), seu crescimento é moderado e sua madeira é imputrescível, por isso é amplamente usada na indústria. Por conta da densidade da madeira, sabe-se que é uma árvore secular, mas há poucas informações sobre idade dessa espécie que tem ocorrência natural na Bahia, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rondônia, São Paulo e Tocantins. Sua coloração natural varia do bege-escuro nas partes mais externas, até o amarelo-pardo, nas partes mais internas, sua copa e folhas se destacam dentre as outras árvores da floresta e sua casca é grossa, tendo até 11 mm de espessura. A qualidade da madeira é inegável, mas a beleza e versatilidade da Pequiá é o que realmente impressiona, seus veios com desenhos de mandala, suas bordas curvas e extremamente variáveis, conferem um charme absurdo as peças fabricadas, sua coloração clara é passível de vários tingimentos além de fácil aderência aos produtos de acabamento. Por seu tronco gerar chapas livres de vincos e furos, é indicado para confecção de mesas de jantar, aparadores, mesas de centro, prateleiras, bancadas, tábuas de corte, esculturas dentre outros.

Já arvore Imbuia ou Embuia (Ocotea porosa) é uma espécie que tem grande incidência na região sul do País, sendo considerada a árvore símbolo de Santa Catarina, lá foi encontrado um espécime de 2.700 anos, e a vida média dessas árvores é de cerca de 500 anos, podendo chegar a mais de 25 metros e altura, 0.80 a 2 de diâmetro e apresenta uma densidade alta de cerca de 0,70 g/cm³. Suas principais características são a madeira escura e densa, presença de furos e vincos. É também indicada para confecção de mesas de jantar, mesas de centro, esculturas, base de mesa, tábuas de corte, e vários outros itens!

Móveis de madeira rústica são versáteis, podem ser lixados e pintados diversas vezes, sem perder qualidade, e exigem pouquíssima manutenção, já que a sua vida útil está diretamente ligada a sua resistência e densidade, quando se trata de economia os móveis de madeira maciça são sempre a melhor opção, pois não agridem o ambiente ao serem descartados e tem uma alta durabilidade, o que acaba por minimizar a troca de móveis, além de serem compatíveis com centenas de decorações, combinando e contrastando com itens modernos e contemporâneos. A tendência apareceu em 2010 e os móveis de madeira maciça vieram para ficar! Por serem totalmente inéditos os móveis são peças exclusivas, com características variáveis, tornando a experiência de compra e de decoração muito mais emocionantes!

“E como essas árvores são geradas? Quando eu compro móveis de madeira de maciça estou contribuindo para o desmatamento de espécies em extinção?” Nós da Madeirado temos muito orgulho de poder proporcionar produtos com origem certificadas pelo Ibama, com Documento de Origem Florestal (DOF), e advindo de áreas de manejo sustentável! Os manejos sustentáveis são áreas onde se é retirado recursos de maneira inteligente e preservando a vida das milhares de espécies que habitam as florestas. Preservando as árvores mais novas e plantando novas mudas, gera-se uma relação de extração consciente. Na prática se faz ciclo de corte, que consiste em delimitar uma área de exploração por determinado tempo, de acordo com seu ciclo de crescimento. Se uma área demora 30 anos para crescer, é separada uma área em 30 espaços a serem explorados, de modo que ao terminar a última área a primeira já estará pronta para ser extraída novamente.

Agora que você já sabe tudo sobre as madeiras que comercializamos, dá uma olhada nos produtos maravilhosos em nossa loja e se encante com as peças que nossos talentosíssimos marceneiros confeccionam ;)


Mesa Rustica