Blog Madeirado - Loja de Móveis de Madeira Macica - Madeirado - Mesa de Madeira Rustica
maio 25, 2022

Como escolher a mesa de jantar certa para seu ambiente?

As mesas de jantar são uma peça mobília coringa em qualquer casa. Raramente usadas ​​apenas como uma superfície para refeições, elas também se tornam um lugar para trabalhar, para estudar ou para participar de atividades familiares como jogos.

É indiscutível que vale a pena investir em uma mesa de jantar de qualidade para a sua casa, porém definir qual é o melhor modelo de mesa de jantar dependerá das suas necessidades pessoais.

Se você está tendo dificuldade em escolher sua mesa de jantar, continue lendo este artigo para esclarecer possíveis dúvidas e chegar a uma decisão final. Aqui estão nossas dicas sobre como escolher a mesa de jantar perfeita para sua casa!

Sempre vá além do que você acha necessário

O problema começa quando você pensa “nós realmente não nos sentamos muito à mesa de jantar” ou “só somos três”. Entretanto, pode haver apenas três de vocês, mas se você tiver uma sala de jantar adequada para uma mesa de seis, poderá comer e se movimentar de forma mais confortável.

O erro é optar por, digamos, uma pequena mesa de jantar de madeira no presente e se arrepender da decisão devido às restrições de espaço e de movimento no futuro.

Escolha uma mesa redonda se tiver pouco espaço

Mesas redondas são ótimas para espaços compactos. Elas tendem a ter dimensões menores do que retangulares ou quadradas, então você geralmente pode encaixá-las em um espaço menor com menos dificuldade.

Elas também são ótimas para espaços de jantar na cozinha, mesas de café da manhã e áreas de lanches em um ambiente aberto.

Pegue uma mesa de vidro se você tiver um apartamento escuro

Se a sua mente diz “quero que o espaço pareça leve e arejado”, então saiba que esse é um desejo comum, mas infelizmente nem todas as casas têm muito espaço ou muita luz natural. A resposta? Uma mesa de vidro. Ela sempre vai abrir e iluminar qualquer espaço!

Como o vidro não absorve nem permite a passagem de líquidos, quando ocorrerem derramamentos, basta usar um pano úmido ou papel toalha para limpar a sujeira, facilitando também a limpeza.

Não tenha medo de detalhes metálicos

Sim, as mesas de jantar feitas inteiramente de madeira são clássicas, no entanto, cobre, latão, ferro e outros os metais são indispensáveis, cada um de uma forma. Além disso, eles combinam bem com praticamente todas as cores e estilos de decoração.

Basicamente, você nunca precisa se preocupar se as pernas de ferro de sua mesa combinarão com o novo papel de parede que você encontrar, porque a resposta sempre será sim! Não tenha medo de misturar metais também a elementos como madeira e vidro.

Para fechar

Por fim, ao escolher sua mesa de jantar, não pense apenas na forma (embora ela também tenha um papel importante como vimos), você também precisa considerar os detalhes técnicos da sua sala de jantar, o espaço e o tamanho da sua família. Dessa forma, você tem a garantia de nunca errar!

maio 18, 2022

Mesa de madeira rústica: vantagens

Pontos a se considerar na escolha da sua mesa de madeira rustica.

Versátil

As peças produzidas em madeira rústica são versáteis e podem ser utilizada em diversos ambientes, desde a sua sala de jantar com um design ais clássico até a sua varanda gourmet e área de churrasco. 

São peças que tem diversos formatos e características que tornam cada peça única.

Fora do seu tempo

É um produto que possui grande durabilidade, daqueles que com o cuidado correto vai passar por gerações da sua família. E nunca deixa de ser atual, pode compra sem medo de ficar fora de “moda”.

Para diferentes estilos

De decorações mais minimalistas até as mais elaboradas e com um toque de design a mesa de madeira rustica consegue se encaixar bem e até se tornar a cereja do bolo em grande parte delas. Seja com o acabamento fino ou até mesmo mais desgastada e marcada pelo tempo ela vai muito além de decorações de campo.

Em ambiente mais clássicos e sofisticados a mesa mais rústica vai trazer contraste deixando o ambiente com um toque mais aconchegante e confortável.

Já para as decorações modernas a combinação fica por conta de cadeiras mais diferenciadas, coloridas, com design ou detalhes mais ousados.

Quando falamos de uma decoração mais minimalista a peça que mais vai brilhar é a mesa rustica, vai tirar aquela seriedade do ambiente e o deixar mais caloroso, você com certeza não vai querer sair desse ambiente com uma peça maravilhosa dessas.

 

Nas decorações rusticas é um item quase que obrigatório. Já no estilo industrial é uma peça que vem ganhando um destaque enorme e já está se tornando a queridinha de quem opta por esse estilo decorativo.

 

Personalização

Uma característica muito especial desse tipo de matéria prima é que cada peça se torna única. Seus veios, nós e a perfeita irregularidade das bordas te garantem uma peça exclusiva. As peças ainda podem sofrer por diversos tratamentos o que as deixam mais singulares, seja a aplicação de verniz, tonalizante, resina ou até mesmo utilização de vidro.

 Cuidados especiais com a sua peça

Assim como todo o produto natural a madeira rustica necessita de seus cuidados especiais.
Para manter a sua peça sempre bonita recomendamos que a madeira não deve ficar exposta a chuva e sol direto. Caso ela vá ficar em um local aberto o ideal é que tenha uma cobertura.

Jamais apoie produtos quentes diretamente na peça ou utilize produtos corrosivos, isso pode danificar a mesa de forma definitiva. Limpe a peça apenas com agua e detergente neutro e aplique quinzenalmente óleo de coco para manter a sua peça sempre hidratada.
Caso a peça tenha contato com algum liquido, evite deixa-lo acumulado, a mesa pode absorver e ficar marcado.

Com os cuidados certos a sua peça permanecerá sempre linda e aconchegante.

Siga-nos para mais dicas.

 

maio 11, 2022

Bancos de madeira para mesa de jantar: Qual a largura ideal?

Em resumo, (e indo direto ao ponto) a largura de um banco padrão depende do número de pessoas que ele foi projetado para acomodar.

Dessa forma, um banco projetado para 2-3 pessoas normalmente tem uma largura de 1,00 m à 1,20 m; um banco para 3-5 pessoas tem aproximadamente 1,30 cm à 2,00 m de largura, e bancos com mais de 2,00 m de largura podem acomodar facilmente mais de 6 pessoas.

Como a largura de um banco pode variar entre marcas e designs, é sempre importante verificar a capacidade de um produto com o fabricante antes de realizar a compra.

Ficou interessado em saber mais detalhes sobre como utilizar os bancos em sua área de jantar? Então, confira mais curiosidades e características sobre este item tão versátil a seguir.

Quais são os tipos de bancos que existem?

Existem muitos tipos diferentes de bancos que são projetados para fins específicos. Além dos bancos utilizados em áreas de jantar, há outros modelos que são utilizados em outros ambientes como:

  • Bancos públicos. Os bancos públicos são ideais para ambientes comerciais, como academias e shoppings;
  • Bancos escolares. Geralmente também possuem espaço de armazenamento e compartimentos para guardar pertences;
  • Bancos de praça. Geralmente apresentam um encosto preso ao banco e podem ser encontrados em muitos parques e praças;
  • Bancos de piquenique. São mesas com bancos projetadas para refeições ao ar livre e são ideais para uso comercial em restaurantes, pubs e outras áreas externas.

Qual deve ser a altura e a profundidade de um banco?

Embora a altura padrão de um banco esteja entre 45 à 50 cm, a altura ideal dependerá de quem irá usar o banco.

Por exemplo, você pode precisar de um banco mais baixo para crianças pequenas nas escolas para que seja acessível aos alunos. Você pode calcular a altura de um banco medindo a distância entre o banco e o chão.

A profundidade de um banco padrão é aproximadamente entre 38 à 50 cm, porém, mais uma vez, como em outras dimensões, a profundidade que você precisará para seu banco pode depender de quem o banco atenderá.

O que considerar antes de comprar um banco?

Se você está se perguntando se um banco é o item ideal para suas necessidades, aqui estão algumas coisas que você deve considerar antes de comprá-lo:

  • Quem vai usar o banco? É importante estabelecer para quem o banco foi projetado para ser usado, pois isso determinará as dimensões apropriadas;
  • Qual é o seu orçamento? O seu orçamento definirá qual será o material do seu banco, além do seu acabamento;
  • Quanto espaço disponível você tem? Você precisará pensar em quanto espaço físico você tem e, idealmente, deve fazer medições do local em que espera colocar seu banco para garantir que ele não bloqueie o acesso e atrapalhe o fluxo de passagem;
  • Onde ficará o banco? Por exemplo, se você precisar de um banco para um vestiário, considere um banco sem encostos e espaço adicional para armazenamento de pertences pessoais. Já em uma área externa um banco de piquenique ou banco de praça pode ser uma opção mais adequada.
maio 04, 2022

Mesa de jantar: Qual é a largura ideal para uma mesa de madeira?

Escolhendo uma mesa de jantar nova? Muitas famílias tentam fazer do jantar uma oportunidade para todos estarem juntos e conversarem sobre o seu dia.

A mesa de jantar é um ótimo lugar para seus entes queridos se reunirem para rir, conversar, jogar, estudar, fazer artesanato e, claro, compartilhar uma refeição.

Dito isso, veja neste artigo as dimensões ideais para você selecionar uma mesa de madeira que funcione para o seu espaço e vida cotidiana.

Qual o tamanho recomendado para cada mesa de jantar?

Quando você escolhe sua mesa, é importante que você deixe espaço suficiente na área de jantar para que as pessoas realmente tenham espaço à mesa. O tamanho irá variar dependendo do seu formato:

Dimensões da mesa de jantar retangular

Clássicas, atemporais e mais comuns, as mesas de jantar retangulares costumam dar mais espaço para as pessoas se sentarem.

Uma mesa de jantar retangular com 1,20 m de comprimento acomodará 4 pessoas. Já uma mesa de 1,60 m de comprimento acomoda de 5 à 6 pessoas e uma mesa de 2,00 m comprimento é projetada para acomodar até 8 pessoas.

O grande ponto alto sobre este formato é que você pode encontrar mesas que podem acomodar até 10 ou 20 pessoas. Uma mesa dessa magnitude ocupa muito espaço, então certifique-se de ter uma área de jantar grande o suficiente para isso.

Dimensões da mesa de jantar circular

Surpreendentemente, as mesas de jantar circulares costumam ser um uso melhor do espaço do que as tradicionais mesas retangulares. As mesas circulares são ótimas para o uso diário da família e, sem cantos, é mais fácil circular em espaços mais apertados.

Uma mesa de jantar redonda de 1,20 m acomoda 4 pessoas, 1,40 m de diâmetro acomoda até 6 pessoas e uma mesa redonda de 1,80 cm acomoda 8 pessoas.

Se você tem visitantes com frequência, uma mesa de jantar redonda pode não ser a melhor opção. Embora seja mais fácil ver todos, pode ser difícil manter uma conversa com alguém do outro lado da mesa – passar pratos também fica mais difícil quanto maior o diâmetro da mesa.




Qual é o melhor design de tampo de mesa?

Por fim, a última parte a considerar na escolha de uma mesa é a peça em que você vai jantar – o tampo.

Um tampo sólido, ao contrário de peças individuais, é uma boa opção porque não há variação (ou espaço para migalhas) e evita que pratos, xícaras, pratos possam escorregar acidentalmente.

A espessura do tampo da mesa geralmente é de 2 à 4 cm, embora as mesas de madeira rústicas geralmente tenham uma sensação mais robusta e pareçam melhores com tampos de até 5 ou 8 cm de espessura.

Seja qual for o formato, largura ou espessura do tampo da mesa, nossa recomendação final é que a mesa ideal é aquela que se encaixa perfeitamente ao seu ambiente.

abril 28, 2022

Mesa rústica: Dimensões, materiais, acabamentos e mais

Escolher uma mesa rústica para sua casa pode parecer tão importante e pessoal quanto escolher uma obra de arte ou, até mesmo, sua roupa de casamento.

Além das escolhas criativas envolvidas, como escolher cores e formas, existem algumas considerações básicas para a funcionalidade cotidiana do item. Pensando nisso, neste artigo iremos responder algumas das dúvidas mais frequentes a respeito das mesas rústicas.

Qual é a largura ideal para minha mesa rústica?

A largura ideal de uma mesa rústica depende do número de pessoas que você terá que acomodar, bem como do tamanho do seu ambiente interno ou área externa.

Separamos a seguir uma lista de tamanhos de largura recomendados com base no número de ocupantes, tanto para mesas rústicas retangulares quanto para mesas rústicas redondas:

  • 4 pessoas | 1,20 cm (retangular) | 1,20 m (redonda)
  • 6 pessoas | 1,60 cm (retangular) | 1,40 m (redonda)
  • 8 pessoas | 2,00 cm (retangular) | 1,80 m (redonda)
  • 10 pessoas | 2,80 cm (retangular) | 2,60 m (redonda)



Vale lembrar que os tamanhos podem variar de modelo para modelo e esta lista é apenas uma média para você obter um parâmetro de comparação – é possível haver uma variação de até 20 cm para mais ou para menos em cada categoria.

Que tipo de madeira devo escolher para a minha mesa rústica?

A seleção de um tipo de madeira para a sua mesa rústica envolve encontrar um equilíbrio entre aparência, durabilidade e custo. É preciso levar em consideração este tripé ao definir esta característica tão importante quanto o tamanho.

Aparência

Para uma mesa rústica com características únicas a madeira recuperada é uma escolha popular. Outras madeiras, como bordo, darão à sua mesa uma aparência clássica sem detalhes rústicos.

Madeiras com granulação, como carvalho, possuem um acabamento manchado com um toque mais natural. Se você preferir sua mesa pintada, escolha uma madeira com menos nós.

Durabilidade

Se você está preocupado com o desgaste diário da sua mesa rústica, considere a dureza da madeira que você escolherá. Madeiras mais macias, como pinho ou álamo, podem ser mais suscetíveis à mossas.

Custo

Para mesas rústicas, quanto mais dura a madeira, maior o custo. O pinho e o álamo são as madeiras mais baratas, enquanto ipês, mogno e jacarandá custam consideravelmente mais caro.

As mesas de madeira recuperada, também costumam ser mais baratas do que as mesas de madeira tradicional e trazem um estética muito atraente.

Qual é o acabamento mais durável?

Um revestimento transparente sobre um acabamento manchado é o tipo de superfície mais durável quando falamos em tampos de mesa rústica. Porém, lembre-se de que qualquer grande dano superficial a este acabamento pode exigir reparo profissional.

Seja qual for o acabamento que você escolher, recomendamos o uso de jogos americanos, bases para copos e toalhas de mesa para mantê-la livre de anéis de água ou marcas de queimadura.

Para efetuar a limpeza use uma esponja húmida e seque com um pano limpo e macio. Por fim, não use produtos de limpeza ou solventes independente de qual for o acabamento escolhido.

abril 06, 2022

Entenda por que comer em uma mesa é uma atividade espiritual

Na cultura movimentada de hoje, a hora das refeições parece ser uma arte esquecida. Se alimentar as pressas pode ser ruim para nossas carteiras e estômagos, mas o mais importante é que perdemos a oportunidade de nos unirmos com nossa família.

Para os cristãos, em toda a Bíblia, é possível ver que a hora das refeições era um momento para estarmos juntos, compartilhar comida e desfrutar uns dos outros ao redor de uma mesa – e também era um momento para ensinar e transmitir sabedoria.

Visto isso, aqui estão algumas razões para comer suas refeições em torno de uma mesa de jantar. Ao tornar isso uma prática regular, você colherá os benefícios de desacelerar, estar presente e se conectar com os outros.

Desacelerar

Comer em volta da mesa desafia sua agenda lotada. O ato de sentar à mesa se posiciona contra sentimentos de estresse e ansiedade e, em vez disso, coloca suas necessidades básicas em primeiro lugar. 

É hora de fazer uma pausa em suas responsabilidades diárias e se concentrar em cuidar de seu corpo, sua mente e seus relacionamentos.

Estar presente

A tecnologia pode fazer maravilhas pela sua vida (afinal, é como você está lendo este artigo) mas também pode distraí-lo de estar totalmente presente, especialmente ao redor da mesa. 

Quando você está constantemente verificando seu e-mail, procurando as últimas ofertas de compras ou vendo como a vida de seus amigos é incrível nas redes sociais, você está roubando tempo de estar presente com seu corpo e estar ciente de suas próprias necessidades.

Comer em volta de uma mesa pode ajudá-lo a estar mais no presente. Tirar um tempo para comer sua refeição – sem seu smartphone ou outras distrações – permite que você prove os sabores de cada mordida e ouça ativamente os outros. 


Conecte-se com outros

Quando você come em movimento ou na frente da TV tem poucas chances de uma conversa de qualidade. Por outro lado, se você estiver com seus entes queridos ao redor de uma mesa, você poderá criar algumas das memórias mais preciosas que você terá ao longo da sua vida. 

As refeições à volta da mesa não têm outro objetivo que não seja comer e desfrutar da companhia dos outros. Elas também levam mais tempo, criando oportunidades de conexão. Se estiver no trabalho, convide um colega para almoçar com você. 

Se você está sentindo falta de velhos amigos, convide-os para um jantar, completo com aperitivos, prato principal e sobremesa – peça a cada pessoa que traga um prato diferente. 

Comece uma tradição familiar de sempre comer o almoço de domingo à mesa de jantar. A cada semana, uma pessoa diferente pode ser responsável pelo menu. Parece divertido, certo? 

Para fechar

Por fim, ao escolher comer suas refeições à mesa, você está escolhendo honrar e respeitar a si mesmo e aos outros. Pode ser um momento poderoso de compartilhar, desfrutar e criar memórias especiais. 

Então, da próxima vez que você sentir vontade de almoçar ou jantar em movimento, descubra uma maneira de aproveitar essa refeição com um pouco mais de intencionalidade e com pessoas que amam e apoiam você em uma mesa de jantar confortável!

março 30, 2022

Conheça os alimentos sagrados que não podem faltar em sua mesa

Os cristãos possuem várias tradições relacionadas à alimentação, incluindo jejuns e festas desfrutadas durante feriados religiosos. Certos alimentos, porém, têm um significado sagrado e a santidade desses alimentos muitas vezes se origina em seu uso bíblico. 

O próprio ato de comer possuí seu simbolismo no cristianismo, já que a comida é um alimento para o corpo e para a alma. Alguns dos significados dos alimentos dependem de seu trabalho em conjunto, como leite e mel. Porém, mesmo separados, todos os alimentos sagrados tornaram-se símbolos dos ideais cristãos.

Se você deseja compreender melhor quais desses alimentos não podem faltar em sua mesa de jantar nos feriados religiosos, não deixe de ler este artigo!

#1. Pão e Vinho

Pão e vinho se relacionam com a Ceia do Senhor. Segundo a tradição, Jesus Cristo reservou o vinho e os pães ázimos em sua última ceia com os discípulos cristãos; Ele designou o vinho e os pães ázimos como memoriais de seu corpo e sangue.

Jesus ordenou aos discípulos que se lembrassem dele comendo pão, simbolizando seu corpo, e bebendo vinho, simbolizando seu sangue; este sacramento chama-se Eucaristia ou Comunhão. 

Uma crença católica relacionada à Eucaristia é a transubstanciação: quando um sacerdote validamente ordenado consagra o pão e o vinho, o corpo e o sangue de Cristo tornam-se presentes na substância desse alimento.


#2. Peixe

O peixe tem significado tanto como alimento quanto como símbolo. Durante os primeiros séculos depois de Cristo, os cristãos usaram um símbolo de peixe para denotar locais de encontro secretos e para identificar amigos.

A Bíblia contém referências a peixes, como a história de Jesus alimentando 5.000 pessoas com dois peixes e cinco pães. De fato, algumas culturas comem peixe como uma refeição festiva. 

Por exemplo, na véspera de Natal, os italianos tradicionalmente participam da Festa dos Sete Peixes, quando sete tipos de peixes são servidos.

#3. Azeite

Tanto um ramo de oliveira quanto o azeite têm significados espirituais para os cristãos. O ramo de oliveira serve como símbolo de paz. Isso vem da história de Noé e da Arca, quando uma pomba com um ramo de oliveira o alertou de que as águas do dilúvio haviam recuado. 

O azeite teve propósitos elevados. Existem relatos bíblicos de pessoas nos tempos antigos fazendo presentes sagrados a Deus de pão ungido com azeite. 

Para fechar

Embora existam muitos tipos de cristianismo, alguns, em particular, têm restrições alimentares religiosas a serem observadas:

  • Catolicismo. Há dias santos e períodos em que os católicos devotos jejuam. Por exemplo, carne não é permitida às sextas-feiras durante a Quaresma. E o jejum é esperado na Sexta-feira Santa e na Quarta-feira de Cinzas.
  • Cristãos ortodoxos orientais. Para os devotos, haverá jejuns semanais que exigem abstenção de álcool, ovos, laticínios, peixe, carne e azeite. Existem outros jejuns que são mais longos e mais excludentes em suas escolhas alimentares.
  • Adventistas do Sétimo Dia. São o que chamamos de lacto-ovo-vegetarianos. Isso significa que eles evitam álcool, peixe, aves e outras carnes, mas comem alguns produtos de origem animal, como ovos e laticínios.

Por fim, existem inúmeras religiões com restrições alimentares e tradições alimentares. Algumas são mais famosas que outras, porém todos precisam ser respeitados ao redor de sua mesa de jantar. Lembre-se disso!


março 25, 2022

Como escolher a mesa de jantar certa para seu ambiente?

As mesas de jantar são uma peça mobília coringa em qualquer casa. Raramente usadas ​​apenas como uma superfície para refeições, elas também se tornam um lugar para trabalhar, para estudar ou para participar de atividades familiares como jogos. 

É indiscutível que vale a pena investir em uma mesa de jantar de qualidade para a sua casa, porém definir qual é o melhor modelo de mesa de jantar dependerá das suas necessidades pessoais.

Se você está tendo dificuldade em escolher sua mesa de jantar, continue lendo este artigo para esclarecer possíveis dúvidas e chegar a uma decisão final. Aqui estão nossas dicas sobre como escolher a mesa de jantar perfeita para sua casa!

Sempre vá além do que você acha necessário

O problema começa quando você pensa “nós realmente não nos sentamos muito à mesa de jantar” ou “só somos três”. Entretanto, pode haver apenas três de vocês, mas se você tiver uma sala de jantar adequada para uma mesa de seis, poderá comer e se movimentar de forma mais confortável.

O erro é optar por, digamos, uma pequena mesa de jantar de madeira no presente e se arrepender da decisão devido às restrições de espaço e de movimento no futuro.

Escolha uma mesa redonda se tiver pouco espaço

Mesas redondas são ótimas para espaços compactos. Elas tendem a ter dimensões menores do que retangulares ou quadradas, então você geralmente pode encaixá-las em um espaço menor com menos dificuldade.

Elas também são ótimas para espaços de jantar na cozinha, mesas de café da manhã e áreas de lanches em um ambiente aberto.

Pegue uma mesa de vidro se você tiver um apartamento escuro

Se a sua mente diz “quero que o espaço pareça leve e arejado”, então saiba que esse é um desejo comum, mas infelizmente nem todas as casas têm muito espaço ou muita luz natural. A resposta? Uma mesa de vidro. Ela sempre vai abrir e iluminar qualquer espaço!

Como o vidro não absorve nem permite a passagem de líquidos, quando ocorrerem derramamentos, basta usar um pano úmido ou papel toalha para limpar a sujeira, facilitando também a limpeza.

Não tenha medo de detalhes metálicos

Sim, as mesas de jantar feitas inteiramente de madeira são clássicas, no entanto, cobre, latão, ferro e outros os metais são indispensáveis, cada um de uma forma. Além disso, eles combinam bem com praticamente todas as cores e estilos de decoração. 

Basicamente, você nunca precisa se preocupar se as pernas de ferro de sua mesa combinarão com o novo papel de parede que você encontrar, porque a resposta sempre será sim! Não tenha medo de misturar metais também a elementos como madeira e vidro. 

Para fechar

Por fim, ao escolher sua mesa de jantar, não pense apenas na forma (embora ela também tenha um papel importante como vimos), você também precisa considerar os detalhes técnicos da sua sala de jantar, o espaço e o tamanho da sua família. Dessa forma, você tem a garantia de nunca errar!

março 18, 2022

História da mesa de jantar: Entenda sua evolução ao longo dos séculos

É difícil imaginar uma época em que uma mesa de jantar não fosse o ponto focal da sala de jantar. Porém, ao longo de grande parte da história as pessoas jantavam em pequenos móveis ou plataformas de pedra em vez de grandes mesas de madeira como conhecemos hoje.

Se alguma vez você se perguntou porque o móvel é chamado de “Mesa de Jantar” aqui está a resposta: a palavra mesa é derivada do latim tabula, que significa prancha, tábua ou peça plana – enquanto a segunda palavra, geralmente, identifica o local ou a atividade de uso, nesse caso “Jantar”. 

Entretanto, no passado as mesas eram usadas para escrever e jogar, não para jantar. Apenas no século 16 que as mesas de jantar realmente se tornaram populares. Pensando nisso, neste post separamos algumas curiosidades históricas sobre este móvel tão popular nas casas contemporâneas. 

Onde ficavam localizadas as mesas de jantar no passado?

Na maioria das casas, você encontrará a mesa da sala de jantar perto ou na cozinha. No entanto, nem sempre foi assim. Historicamente, a sala de jantar e a cozinha ficavam distantes uma da outra, em um andar diferente e, às vezes, até em um prédio diferente. 

Isso faz sentido, pois as cozinhas tendiam a ficar extremamente quentes e às vezes eram a causa de incêndios domésticos devido ao manuseio da lenha. 

Quão grande eram as mesas da sala de jantar?

Na Idade Média, as mesas de jantar eram imponentes e compridas, feitas para acomodar todos em um castelo. O jantar era feito no grande salão, uma sala ampla e multifuncional que podia acomodar toda a população do castelo.

A família estava sentada à mesa principal em um estrado elevado e o resto da casa sentava a mesa em ordem de classificação social. Além disso, a mobília da sala de jantar consistia na maioria dos casos em bancos ao invés de cadeiras individuais como utilizamos hoje. 

Por que a mesa da sala de jantar ficou menor?

Eventualmente, a nobreza começou a favorecer reuniões mais íntimas em salões fora do castelo principal. Esse tipo de refeição permitia maior conforto aos comensais e se adequava bem à intriga política da época. 

Com o passar do tempo, a sala de jantar evoluiu junto com a mesa de jantar, e foi ficando cada vez mais distante do salão principal e menor. 

Por que as salas de jantar pareceriam um ambiente masculino?

No início do século 18, não era incomum que as senhoras se retirassem da sala de jantar após o jantar. Os cavalheiros ficariam para desfrutar de bebidas e charutos. Assim, a sala de jantar tornou-se território dos homens e sua decoração e móveis refletiam isso no passado.

Já nos tempos vitorianos, até a sugestão da forma feminina era considerada escandalosa. Isso incluiu as pernas da mesa. Portanto, pernas de mesa indecentes e indecorosas foram mantidas fora da vista e cobertas para evitar incitar a imaginação dos homens, fazendo assim com que o ambiente fosse cada vez mais opaco e menos decorado. 

Voltando a era moderna

Atualmente, a mobília moderna da sala de jantar normalmente inclui uma mesa com cadeiras no centro da sala, com outras peças de mobiliário, como armários e mesas laterais para facilitar o armazenamento de utensílios de jantar. 

Por fim, refeições diárias são muitas vezes comidas na cozinha, copa ou até mesmo na sala de estar pela maioria das famílias. Cada vez mais, as mesas de jantar são usadas para ocasiões formais e de lazer, ao invés de servir como ambiente para realizar refeições. 

março 09, 2022

O quão importante é uma mesa de jantar para sua família?

Dentro de uma casa, cada ambiente oferece uma experiência única para as pessoas que vivem nela. Áreas como a sala de estar oferecem a oportunidade de interação, lazer e entretenimento. É um lugar para relaxar, mas ainda manter uma presença pública. 

O quarto pode oferecer uma experiência semelhante, mas vai um passo além no que diz respeito a quantidade de privacidade.

Já cozinha é onde todas as refeições são preparadas para a família e os convidados. Isso nos leva à importância da sala de jantar e de sua mesa de jantar – também chamada de mesa de refeições, mesa de café, mesa de almoçar, entre outras variações – como um dos aspectos centrais de um lar aconchegante. 

Quando se trata de comprar uma mesa de jantar, o tamanho importa?

Isso depende da cultura e do valor da mesa de jantar para as pessoas que a utilizarão. Nas culturas orientais, é comum ver o tamanho da mesa de jantar corresponder à quantidade de pessoas que ela pode alimentar. 

Portanto, para aquelas pessoas que valorizam um senso de comunidade e pretendem comer com grupos de familiares, amigos ou colegas de trabalho, o tamanho importa.

Isso não é generalizar e dizer que maior é definitivamente melhor. Para alguns, uma experiência mais íntima com os membros da família pode ser o ideal. Essas pessoas valorizam um ponto central para se relacionar com seus entes queridos em um ambiente simples.

 

 

A mesa de jantar é realmente o coração da casa?

A mesa de jantar, em algumas casas, é usado apenas para refeições. Em outras, é um móvel multifuncional de lazer. Visite a maioria das casas e verá que a mesa não é usada apenas para jantar, como também faz a vez de escritório, para armazenamento e apenas decoração. 

Para as famílias que têm filhos, pode ser o mobiliário ideal para aprendizagem e educação. Como o coração serve como o músculo central do corpo, a área de jantar serve como a área central das funções da casa.

 

A mesa de jantar aumenta o impacto visual da casa!

Se você realmente se importa com essa questão, sempre que entrar na casa de alguém e ver sua mesa de jantar, terá uma opinião definida sobre a pessoa e a casa em que você entrou. 

Os vários designs de mesa podem oferecer prestígio ou criatividade, dependendo do tipo de materiais, tamanho, design e acabamento da mesa. De todos os cômodos da casa, o design de da sala de jantar terá o maior impacto sobre os visitantes e moradores.

Para fechar

A mesa de jantar sempre desempenhou um papel importante dentro de casa e continuará a fazer isso para as muitas gerações futuras. As pessoas que se orgulham de exibir sua área de jantar irradiam confiança e trazem boas energia e conectividade social.

É a única área simbólica da casa que transmite poder, status, força, unidade e comunidade com a familiares, amigos e convidados. 

Lembre-se que a mesa de jantar é o centro de unidade para a família se reunir e compartilhar suas experiências, bem como um vínculo em um ambiente casual onde eles podem conversar sobre suas experiências de vida.

1 2 3 14 Avançar »

Mesa Rustica